Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Bom Dia Ministro > Bom Dia Ministro > No Bom Dia Ministro, Fernando Bezerra fala sobre a integração do rio São Francisco, irrigação e socorro aos municípios atingidos pela seca

No Bom Dia Ministro, Fernando Bezerra fala sobre a integração do rio São Francisco, irrigação e socorro aos municípios atingidos pela seca

por Portal do Planalto publicado 30/07/2013 14h52, última modificação 04/07/2014 15h18
O Projeto de Integração do Rio São Francisco vai garantir a segurança hídrica de mais de 12 milhões de pessoas em 390 cidades de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte

 

O Bom Dia Ministro desta quarta-feira (31) entrevista o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra. No programa, o ministro irá falar sobre a política de irrigação, a integração do rio São Francisco e sobre as ações de socorro, assistência às vítimas e restabelecimento de serviços essenciais em cidades com situação de emergência reconhecida ou em estado de calamidade pública. A entrevista é produzida e coordenada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, e transmitida, ao vivo, pela NBR TV e via satélite das 08h às 09h.

Projeto de integração do rio São Francisco - O governo federal tem intensificado os serviços da maior obra de infraestrutura hídrica do país. No último semestre, mais de 1,8 mil novos postos de trabalho foram criados para a construção de canais, aquedutos, estações de bombeamento e barragens do Projeto de Integração do Rio São Francisco. Dos 5,8 trabalhadores empregados, 4,9 mil atuam diretamente na execução do empreendimento. Além disto, as atividades de supervisão e fiscalização nos canteiros de obra também foram intensificadas. São mais de 600 pessoas trabalhando na supervisão, fiscalização e gerenciamento das obras e ações ambientais do projeto.

As obras estão em execução em 12 trechos que passam pelos municípios pernambucanos de Salgueiro, Cabrobó, Floresta, Verdejante, Custódia e Sertânia; em Jati e Mauriti, no Ceará; e em São José de Piranhas, na Paraíba. Das 16 etapas de construção, duas (Canais de Aproximação Norte e Leste) já estão concluídas. São 1,7 mil equipamentos em operação. No município de São José de Piranhas (PB), também há equipes de trabalho que se revezam 24 horas por dia (lote 14).  Os serviços no lote 6, em Mauriti (CE), e no lote 7, em São José das Piranhas (PB), serão retomados com a conclusão de processos licitatórios já em curso.

O Projeto de Integração do Rio São Francisco vai garantir a segurança hídrica de mais de 12 milhões de pessoas em 390 cidades de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. Além de gerar emprego e de promover a inclusão social, a Integração do São Francisco investe ainda em programas socioambientais.

Defesa Civil - Por meio da Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), o Ministério da Integração Nacional vem reforçando as ações de socorro, assistência às vítimas e restabelecimento de serviços essenciais em cidades com situação de emergência reconhecida ou em estado de calamidade pública. O Cartão de Defesa Civil beneficiou, até julho deste ano, 111 municípios em 20 estados do Brasil. O programa transferiu aos governos estaduais e municipais, R$ 504,8 milhões. Mais de 600 municípios, em 22 estados, já aderiram ao mecanismo que concede mais agilidade aos repasses financeiros.

De forma preventiva, a Sedec também tem promovido, em parceria com as defesas civis estaduais e municipais, simulados com o objetivo de ensinar a população que vive em áreas de risco a agir em situações de desastres. Antecipando o período de chuvas, a Sedec está realizando, pela primeira vez, os simulados no Centro-Oeste; Cuiabá foi a primeira localidade da região a receber esta iniciativa. Os estados do Nordeste, Mato Grosso do Sul e Goiás já realizaram seus simulados. As regiões Sul, Sudeste e Norte serão contempladas ao longo de 2013.

Com a compreensão de que o Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil só pode ser alcançado com a estruturação de seus órgãos, a Sedec está entregando kits de Defesa Civil a municípios onde há registros recorrentes de desastres naturais. Cada kit contém uma viatura e equipamentos como máquinas fotográficas digitais e aparelhos de GPS. Os materiais auxiliarão no trabalho de monitoramento dos locais mais vulneráveis em períodos de chuva.

Para amenizar os danos materiais e humanos de vítimas de desastres, a Secretaria Nacional de Defesa Civil também assinou contrato com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos para a criação de Estoques Estratégicos de Assistência Humanitária. Ao todo, serão desenvolvidos cinco centros de distribuição de materiais para atender pessoas atingidas por qualquer tipo de desastre. A ação é inédita no Brasil e atenderá todos os municípios do país.

Irrigação - O Governo Federal tem reforçado ações em várias frentes para incentivar a agricultura irrigada no Brasil. O primeiro grande passo nesta direção foi dado, em 2011, pelo ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, com a criação da Secretaria Nacional de Irrigação. A partir de então o fomento à prática da irrigação passou a figurar, cada vez mais, entre as prioridades federais para o setor agrícola.

Após 17 anos tramitando no Congresso Nacional, a Política Nacional de Irrigação (Lei  nº 12.787/2013) foi aprovada pelo Legislativo e sancionada, em janeiro deste ano, pela presidenta Dilma Rousseff.

A nova Política Nacional de Irrigação já rendeu avanços para o setor da irrigação, contribuindo com a previsão divulgada no início de julho pelo IBGE, que apontou a safra de grãos 0,3% maior do que a estimada para maio. De acordo com os dados do IBGE, a produção nacional de grãos de 759.796 toneladas (12,7 milhões de sacas - de 60 kg), foi 3,4% maior que a prevista em maio.

O Ministério da Integração Nacional lançou, em novembro de 2012, o Mais Irrigação. O programa, considerado estratégico para a irrigação pública, prevê investimentos de R$ 10 bilhões para aumentar a eficiência das áreas irrigáveis, além de incentivar a criação de polos de desenvolvimento. Do valor total, R$ 3 bilhões são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e outros R$ 7 bilhões de parcerias com a iniciativa privada.

Participam, ao vivo, as rádios: Tupi (Rio de Janeiro/RJ); Juazeiro 1190 AM (Juazeiro/BA); Amazonas FM (Manaus/AM); Marano FM (Garanhuns/PE); Tribuna BandNews (Fortaleza/CE); Pioneira AM (Teresina/PI); Verdes Campos FM (Teresina/PI); Mega 95,9 FM (Cuiabá/MT); Campina Grande FM (Campina Grande/PB); Iguaçú AM 830 (Curitiba/PR); Itapuma FM (Arcoverde/PE); 610 AM (Luziania/GO); 100,3 FM Itatiaia (Montes Claros/MG) e Jovem Pan (João Pessoa/PB).

O Bom Dia Ministro é transmitido ao vivo pela TV NBR e pode ser acompanhado por meio do link no portal da Secretaria de Imprensa da Presidência da República. Para as rádios, o sinal de transmissão é disponibilizado pelo mesmo canal da Voz do Brasil. Após o programa, o áudio da entrevista estará disponível no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República.

 

 

Mais informações

Secretaria de Imprensa

Tel: (61) 3411-1370

 

Ouça a íntegra da entrevista (1h) do ministro Fernando Bezerra

Assunto(s): Governo federal