Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Bom Dia Ministro > Bom Dia Ministro > No Bom Dia Ministra, Eleonora Menicucci fala sobre as políticas públicas para as mulheres

No Bom Dia Ministra, Eleonora Menicucci fala sobre as políticas públicas para as mulheres

por Portal do Planalto publicado 06/03/2013 13:15, última modificação 26/10/2013 13:27
Há dez anos, os direitos das mulheres deixaram de ser temas dispersos, para se tornarem foco da ação de governo federal para a inclusão social, superação de desigualdades e conquista de cidadania

 

O programa Bom Dia Ministra desta quinta-feira (7) recebe a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, Eleonora Menicucci. No programa, a ministra destaca a igualdade de gênero no centro das políticas públicas. A entrevista é produzida e coordenada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, e transmitida ao vivo pela TV NBR e via satélite, das 8h às 9h.

Há dez anos, os direitos das mulheres deixaram de ser temas dispersos, para se tornarem foco da ação de governo federal para a inclusão social, superação de desigualdades e conquista de cidadania. Isso se realiza pela liderança da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) em ação articulada com diferentes ministérios, assegurando a autonomia econômica de milhões de brasileiras. Elas são 70% dos alunos do Pronatec.

Hoje, são titulares de 93% dos cartões do Bolsa Família, o que proporciona autonomia para gerir os recursos. Os contratos no Minha Casa Minha Vida são firmados preferencialmente em seus nomes. O Rede Cegonha tem adesão de todos os estados e de 4,9 mil municípios, cobrindo 2 milhões de gestantes, 90% das que são atendidas pelo Sistema Único de Saúde, e suas ações impactaram positivamente na redução da morte materna. As ações de prevenção e redução dos cânceres do colo de útero e mama foram intensificadas com o Programa de Mamografia Móvel, para áreas remotas.

Neste décimo ano, a SPM reafirma a missão pela ampliação dos direitos das mulheres. Direciona sua atuação na busca por mais investimentos em projetos que incentivem a produção sustentável de trabalhadoras rurais e o empreendedorismo feminino, em especial relacionados aos grandes eventos que acontecerão no país. Até o final de 2014, queremos aumentar a cobertura dos serviços de atendimento à mulher em situação de violência e fazê-los chegar a mais municípios, ações impulsionadas pelo Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra as Mulheres. A Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180, que já atendeu mais de três milhões de pessoas, chegará a mais dez países, além da Espanha, Itália e Portugal.

A SPM trabalha para enfrentar a impunidade da violência de gênero e a aceleração do julgamento de estupradores, agressores e assassinos em cooperação estabelecida com o sistema nacional de justiça, por meio da campanha “Compromisso e Atitude pela Lei Maria da Penha – A Lei é mais forte”. Ao longo deste ano, entregará 54 unidades móveis para combater a violência no campo e na floresta e ampliará os serviços de fronteira, para coibir o tráfico e a exploração sexual de mulheres e meninas.

A partir da liderança da SPM, o governo federal incentiva o ingresso de mulheres jovens em carreiras tecnológicas e científicas. Aumentar o número de mulheres em cargos executivos e estimular mudanças nas empresas têm sido objetivos constantes do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça, coordenado pela SPM, que alcançou mais de 800 mil pessoas.

Entre as ações da SPM em seus dez anos, está a implementação do novo Plano Nacional de Políticas para as Mulheres. No documento, foram definidas 103 metas e 415 ações, que nortearão o trabalho da SPM e parceiros estaduais, municipais, empresariais e da sociedade civil até 2015. Direitos são reais quando o conjunto de cidadãs e cidadãos pode exercê-los da mesma maneira. Com mulheres fortalecidas em suas potencialidades e escolhas, seremos uma nação desenvolvida, sem miséria e sem violência.

Participam do programa, ao vivo, as rádios: Gazeta 1260 AM (Maceió/AL);  Capital FM (São Paulo/SP); Excelsior AM (Salvador/BA); América (Belo Horizonte/MG); Nacional do Rio AM (Rio de Janeiro/RJ); Iguaçú AM 830 (Curitiba/PR); Roraima (Boa Vista/RR); Universitária FM (Recife/PE); Difusora Acreana AM (Rio Branco/AC); Comunitária Timon FM (Timon/MA); Guaíba (Porto Alegre/RS); Jangadeiro FM (Fortaleza/CE); Atividade FM 107.1 (Brasília/DF); CBN Vitória (Vitória/ES); e Correio 98 FM (João Pessoa/PB).

O programa é transmitido ao vivo pela TV NBR e pode ser acompanhado por meio do link no portal da Secretaria de Imprensa da Presidência da República. Para as rádios, o sinal de transmissão é disponibilizado pelo mesmo canal da "Voz do Brasil". Após o programa, o áudio da entrevista estará disponível no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República.

 

 

 

 

Mais informações
Secretaria de Imprensa (61) 3411-1370

 

Ouça a íntegra da entrevista (58min48s) da ministra Eleonora Menicucci

 

Assunto(s): Governo federal