Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Bom Dia Ministro > Bom Dia Ministro > No Bom Dia Ministro: Ações de combate à violência contra as mulheres ganham espaço na Copa do Mundo

No Bom Dia Ministro: Ações de combate à violência contra as mulheres ganham espaço na Copa do Mundo

por Portal Planalto publicado 17/06/2014 11h05, última modificação 17/06/2014 12h57
A ministra Eleonora Menicucci é a entrevistada do programa “Bom Dia Ministro” desta quarta-feira (18/6) e vai falar sobre a campanha “Violência contra as Mulheres - Eu ligo”

 Campanha do Ligue 180 chega às cidades sedes do mundial

 

A ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, é a entrevistada do programa “Bom Dia, Ministro” desta quarta-feira (18/6) às 9h e vai falar sobre a campanha “Violência contra as Mulheres - Eu ligo”. A ação busca estimular as pessoas no geral, e não só as mulheres que sofram violência,  a não tolerar a violência contra elas – daí o slogan Eu Ligo, no sentido de Eu me importo.

Dados da Organização das Nações Unidas (ONU) de 2011 indicam que mais de 70% das mulheres em todo o mundo sofrem algum tipo de violência de gênero ao longo da vida. A estimativa é que uma em cada cinco mulheres seja vítima de estupro ou de tentativa de estupro. Mulheres com idade entre 15 e 44 anos apresentam maior risco de sofrer violência sexual e doméstica a serem vítimas de câncer, acidentes de carro ou malária, por exemplo.

Casa da Mulher Brasileira - A criação da Casa é reflexo de novo paradigma para o atendimento da mulher em situação de violência. É o da integração de absolutamente todos os serviços essenciais para essa circunstância crítica - e, fundamental, em local que garanta o acesso. Que resulte num ambiente harmônico, acolhedor, seguro e confortável, para resguardar a integridade físico-emocional das atendidas. A proposta é acolher, apoiar e libertar a mulher do círculo vicioso da violência doméstica.

Vinte e seis capitais receberão casas que reunirão serviços de delegacia especializada de atendimento à mulher (DEAM), juizado e varas, defensoria, promotoria, equipe de atendimento psicossocial e orientação para emprego e renda. A estrutura da casa ainda contará com brinquedoteca, auditório, alojamento de passagem e espaço de convivência para as mulheres. A Casa da Mulher Brasileira é uma ação do programa “Mulher, viver sem violência” da SPM.
A unidade de Brasília começou a ser construída no último mês.  A situação das casas de Campo Grande (MS)  e São Luís (MA) também está adiantada, e os contratos com as empresas que vão fazer as obras já foram assinados. 

Trabalho decente na Copa  – Com objetivo de estimular a participação das mulheres nas ações que envolvem os jogos da Copa e das Olimpíadas, a SPM integrou oito oficinas com os parceiros nas cidades-sedes da Copa para discutir o trabalho decente e igualdade de gênero.  Essas oficinas, realizadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego, resultaram em Cartas-Compromisso assinadas pelas três esferas de governo, empregadores e trabalhadores. Segundo estimativa da Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário, serão gerados cerca de 700 mil postos de trabalho entre Copa e Olimpíadas.

Participam do programa, ao vivo, as rádios: Rádio Rio De Janeiro 1400 AM (Rio de Janeiro/RJ), Rádio Excelsior AM (Salvador/BA), Rádio Capital AM (São Paulo/SP), Rádio Amazonas FM (Manaus/Amazonas), Rádio Globo (Brasília/DF), Rádio Itatiaia (Belo Horizonte/MG), Rádio Universitária FM (Natal/RN), Rádio Gaúcha AM (Porto Alegre/RS), Rádio Banda B (Curitiba/PR), Rádio Gazeta AM/CBN (Cuiabá/ MT), Rede Brasil (Recife/PE), Rádio Verdes Mares (Fortaleza/CE).

O programa é transmitido ao vivo pela TV NBR e pode ser acompanhado por meio do link no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República http://www.planalto.gov.br. Para as rádios, o sinal de transmissão é disponibilizado pelo mesmo canal da "Voz do Brasil". Após o programa, o áudio da entrevista estará disponível no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República.        

 

Mais informações

Secretaria de Imprensa (61) 3411-1100/1223