Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Bom Dia Ministro > Bom Dia Ministro > No “Bom Dia Ministro”, Manoel Dias fala sobre Programa de Proteção ao Emprego e dados da Rais 2014

No “Bom Dia Ministro”, Manoel Dias fala sobre Programa de Proteção ao Emprego e dados da Rais 2014

por Portal Planalto publicado 10/09/2015 10h00, última modificação 10/09/2015 10h47
O Programa de Proteção ao Emprego (PPE) tem por finalidade auxiliar os trabalhadores na preservação dos postos de trabalho durante momentos de adversidade financeira, facilitando a recuperação da economia e estimulando a produtividade do trabalho

 

O Bom Dia Ministro desta quinta-feira (10) recebe o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, para detalhar o Programa de Proteção ao Emprego (PPE), que, entre outros objetivos, vai possibilitar a preservação dos postos de trabalho em momentos de retração da atividade econômica, além de favorecer a recuperação financeira de empresas. O ministro também vai falar sobre os números da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) referentes a 2014. Segundo o levantamento, no ano passado, o emprego formal cresceu 1,27% no País, comparado ao estoque de trabalhadores do ano anterior, indicando a geração 623,1 mil empregos. A entrevista é produzida e coordenada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República e transmitida ao vivo, das 8h às 8h30, pela TV NBR e via satélite de rádio para todo o país (pelo mesmo canal de A Voz do Brasil).

O Programa de Proteção ao Emprego (PPE) tem por finalidade auxiliar os trabalhadores na preservação dos postos de trabalho durante momentos de adversidade financeira, facilitando a recuperação da economia e estimulando a produtividade do trabalho.

As empresas poderão aderir ao programa até 31 de dezembro de 2015, podendo reduzir, temporariamente, em até 30%, a jornada de trabalho de seus empregados, com redução proporcional do salário. Em contrapartida, o Governo Federal, com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), garantirá aos empregados que tiverem seu salário reduzido compensação pecuniária equivalente a 50% do valor da redução salarial, limitado a 65% do valor da parcela máxima do seguro-desemprego.

Até agora, 3 empresas já aderiram ao PPE: Grammer do Brasil, Rassine NHK Autopeças e Caterpillar do Brasil. Com isso, 2,5 mil empregos foram preservados. Outras sete empresas já manifestaram oficialmente interesse de adesão e seus processos estão na fase dos Acordos Sindicais que precisam ser previamente firmados com os trabalhadores que serão beneficiados.

Rais 2014 – O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) divulgou nesta quarta-feira (9) os dados da Relação Anual de Informações Sociais, com resultados de 2014. A Rais é um registro administrativo com declaração anual e obrigatória de todos os estabelecimentos existentes no território nacional.

No ano passado, o emprego formal cresceu 1,27% comparado ao estoque de trabalhadores formais do ano anterior, indicando a geração 623,1 mil empregos. O montante de vínculos de emprego ativos em 31 de dezembro de 2014, no País, atingiu 49,572 milhões – ante 48,948 milhões do ano anterior. A elevação do emprego formal do mercado de trabalho decorreu do crescimento de 1,45% (+580,6 mil postos) no emprego com carteira assinada e do aumento de 0,47% (+42,5 mil de postos) no contingente de trabalhadores estatutários.

A análise setorial mostra que a expansão do emprego formal em 2014 ocorreu em cinco dos oito setores analisados. As áreas que mais geraram empregos foram: Serviços: +587,5 mil empregos (+3,51%); Comércio: +217,0 mil empregos (+2,28%); e Administração Pública: +15,4 mil empregos (+0,17%).

Em números absolutos, os estados que mais se destacaram foram São Paulo: +87,1 mil postos; Santa Catarina: +63,0 mil postos; Bahia: +57,7 mil postos; Ceará: +56,5 mil postos; Rio de Janeiro: +54,6 mil postos; Paraná: +45,8 mil postos. Em termos relativos, os destaques ficaram para: Tocantins: +7,14%; Amapá: +4,81%; Ceará: +3,78%; Acre: +3,04%; Paraíba: +3,02%.

Participam do programa, ao vivo, as seguintes rádios: Band 101,1 FM (Cuiabá/MT), Rádio Rural de Santarém AM (Santarém/PA), Capital AM (São Paulo/SP), Educadora 107,5 FM (Salvador/BA), Eldorado 570 AM (Criciúma/SC), Verdes Mares (Fortaleza/CE) e 105 FM (Rio de Janeiro/RJ).

O Bom Dia Ministro é transmitido ao vivo pela TV NBR. Para as rádios, o sinal de transmissão é disponibilizado pelo mesmo canal de "A Voz do Brasil". Após o programa, o áudio da entrevista estará disponível no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República.

 

Mais informações

Secretaria de Imprensa / Presidência da República

Tel: (61) 3411-1370

 

Acompanhe e transmita no seu site os eventos da Presidência da República ao vivo e na íntegra. Acesse: http://ebcservicos.com.br/tvnbr

 

Ouça a íntegra da entrevista (30min35s), concedida pelo ministro Manoel Dias.