Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Bom Dia Ministro > Bom Dia Ministro > No Bom Dia Ministro, investimentos em portos ampliam hospedagem na Copa do Mundo de 2014

No Bom Dia Ministro, investimentos em portos ampliam hospedagem na Copa do Mundo de 2014

por Portal do Planalto publicado 09/08/2011 12h32, última modificação 04/07/2014 14h52
O Ministro Leônidas Cristino, detalha os investimentos que serão feitos nos portos brasileiros para que ampliem a oferta de leitos de hospedagem - com a vinda de navios para a Copa de 2014, e fala sobre as obras de dragagem e os investimentos para a informatização dos portos brasileiros

 

O Bom Dia Ministro desta quinta-feira (7/7) recebe o ministro da Secretaria de Portos, José Leônidas Cristino. No programa, o Ministro vai detalhar os investimentos nos portos brasileiros para que ampliem a oferta de leitos de hospedagem, com a vinda de navios para a Copa de 2014. Leônidas também abordará as obras de dragagem e os investimentos para a informatização dos portos brasileiros. A entrevista é produzida e coordenada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, e transmitida ao vivo, via satélite, das 8h às 9h pelo mesmo canal da “Voz do Brasil”.

Para atender a demanda por hospedagem na Copa do Mundo de 2014, a Secretaria de Portos investirá R$ 740 milhões em sete portos brasileiros, localizados nas cidades que sediarão os jogos. São elas: Fortaleza (CE), Natal (RN), Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ), Santos (SP), Manaus (AM) e Recife (PE). Com os recursos serão construídas novas estruturas e ampliadas e modernizadas as estruturas já existentes, como é o caso de Santos e Rio e Janeiro. Os investimentos permitirão que os navios sejam opção de hospedagem, ampliando a quantidade de leitos aos turistas, durante dos jogos.

Depois das obras, os portos de Santos, Rio de Janeiro e Salvador poderão comportar até seis navios cada um. Um navio de grande porte tem aproximadamente 3,5 mil leitos. Os portos nas cidades de Natal, Recife, Fortaleza e Manaus terão ancoradouros para dois navios. Depois do grande fluxo de turistas para a Copa, a estrutura servirá, sobretudo, para movimentação de carga.

Programa Nacional de Dragagem – Para tornar o setor portuário mais eficiente, o governo federal criou o Programa Nacional de Dragagem, que estabelece novos parâmetros para a execução dos serviços de limpeza e desobstrução dos canais de acessos aquaviários aos portos. Esse procedimento irá permitir o acesso de navios cada vez maiores nos portos nacionais, tornando-os mais competitivos.

Com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), foram escolhidos 18 portos ao longo de toda a costa. Atualmente, seis portos já estão com suas obras concluídas e já apresentam ganhos em sua movimentação. Outros seis estão em fase de conclusão e os demais em processo licitatório.

Informatização - A Secretaria de Portos vai informatizar totalmente os portos brasileiros. O objetivo é integrar os agentes envolvidos nas operações portuárias, eliminando o manuseio de vários formulários e papéis. O projeto “Porto sem papel” estabelece um documento virtual único que vai processar e distribuir, em tempo real, as informações necessárias ao funcionamento do setor. A ação vai reduzir, em média, 25% o tempo de estadia dos navios no porto. Como resultado, os terminais terão sua eficiência e competitividade ampliadas, além de registrarem significativa redução dos custos operacionais.

Logística – Com a elaboração do Plano Nacional de Logística Portuária (PNLP), o governo vai traçar um panorama real de toda situação portuária nacional. O Plano, que será desenvolvido em 35 portos, será o masterplan dos portos brasileiros. Com este plano diretor, será possível apontar os principais produtos movimentados e apresentar estudos econômicos com a finalidade de encontrar a vocação de cada um. Dessa maneira, o governo poderá fazer o planejamento do setor portuário a curto, médio e longo prazos, além de avaliar a necessidade de construção de novos portos e terminais.

Participam do programa, com perguntas ao vivo, as rádios Capital AM (São Paulo/SP), Amazonas FM (Manaus/AM), Globo (Curitiba/PR), Excelsior (Salvador/BA), O Povo/CBN (Fortaleza/CE), Boas Novas 580 AM (Recife/PE), Furg FM (Rio Grande/RS), Verdes Mares (Fortaleza/CE),  Litoral (Santos/SP), Difusora (Maceió/AL), Record (Rio De Janeiro/RJ), Boas Novas 1270 AM (Belém/PA), Clube Bandeirantes 1350 AM (Itajaí/SC), Redesim Sat (Vitória/ES) e 98 FM (João Pessoa/PB)

O programa Bom Dia Ministro também é transmitido ao vivo pela TV NBR e pode ser assistido pelo link da TV no endereço da Secretaria de Imprensa da Presidência da República. Ao final do programa, o áudio da entrevista também estará disponível, na íntegra, no mesmo endereço.

 

Mais informações
Secretaria de Imprensa (61) 3411-1370
Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

 

Ouça a íntegra do entrevista (58min58s) do ministro José Leônidas Cristino no programa Bom Dia Ministro.