Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Bom Dia Ministro > Bom Dia Ministro > Aloizio Mercadante fala no Bom Dia Ministro sobre a concessão de bolsas de estudos e a redução de tributos para os tablets

Aloizio Mercadante fala no Bom Dia Ministro sobre a concessão de bolsas de estudos e a redução de tributos para os tablets

por Portal do Planalto publicado 09/08/2011 12h52, última modificação 04/07/2014 14h52
Bom Dia Ministro recebe o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante

O Bom Dia Ministro desta quinta-feira (28/7) recebe o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante. No programa, o Ministro vai explicar o funcionamento do programa Ciência sem Fronteiras, que vai conceder 100 mil bolsas a estudantes brasileiros. Além disso, abordará a decisão do governo de zerar alíquotas de tributos para os tablets, o que permitirá a redução de até 36% no preço final desses computadores. A entrevista é produzida e coordenada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, e transmitida ao vivo pela NBR TV e via satélite, das 8h às 9h.

O programa Ciência sem Fronteiras pretende conceder 100 mil bolsas de intercâmbio para diversos níveis de estudo, do ensino médio ao doutorado. Essa concessão será custeada com parceria público-privada, sendo 75 mil bolsas desembolsadas pelo governo federal e 25 mil com a colaboração de empresas da iniciativa privada. O objetivo principal do programa é promover o avanço do Brasil em ciência, tecnologia, inovação e competitividade, concedendo bolsas de estudo no exterior em áreas consideradas prioritárias para o desenvolvimento do país.

Do total de 75 mil bolsas concedidas pelo governo federal até 2014, 40 mil bolsas são da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e 35 mil do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCT). Serão os melhores alunos do Brasil estudando nas 30 melhores universidades do mundo. Haverá também ações que atraiam jovens talentos estrangeiros, bem como o retorno de talentos brasileiros que se encontram fora.

Tablets – Para promover a renovação no desenvolvimento tecnológico do país e maior geração de empregos, o governo incluiu os tablets na Lei nº 11.196/2005 (conhecida também como Lei do Bem), que reduz a zero a alíquota do PIS/Cofins, e lançou o Processo Produtivo Básico para máquinas automáticas de processamento de dados, portáteis, sem teclado.

As duas ações despertaram o interesse de 15 empresas em montar os tablets no país. A expectativa é que, com a produção nacional, o preço final do produto tenha redução de até 36%. A empresa Samsung teve o processo concluído e já pode montar os microcomputares com tela sensível ao toque, com a redução de impostos. Outras oito empresas estão com os processos adiantados: Positivo, Motorola, Envision, AIOX, Semp Toshiba, LG, MXT e Sanmina-SCI. Todas tiveram os pedidos aprovados pela análise técnica e aguardam apenas o parecer jurídico e a publicação no Diário Oficial. Seis empresas ainda estão com o pedido em análise técnica. São elas: Itautec, Foxconn, Teikon Tecnologia, Compalead, Ilha Service e Leadership.

Alerta de desastres – O governo federal criou o Centro de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), responsável por gerenciar as informações emitidas por radares, pluviômetros e previsões climáticas 24 horas. A sede será instalada em Cachoeira Paulista (SP), local onde também funciona o instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCT).

No Inpe funciona também o Tupã. O supercomputador, capaz fazer 258 trilhões de cálculos por segundo, é o terceiro mais poderoso entre os supercomputadores dedicados à previsão numérica operacional de tempo e de clima sazonal. Na primeira etapa, o Cemaden vai monitorar 25 cidades com cartas geotécnicas prontas. Com o Tupã, o INPE pode gerar previsões de tempo mais confiáveis, com maior prazo de antecedência e de melhor qualidade, ampliando o nível de detalhamento para 5 km na América do Sul e 20 km para todo o globo.

Os especialistas do Cemaden vão trabalhar com previsões de alta resolução e com uma série de equipamentos, como radares meteorológicos e de análise de solo. As primeiras análises devem acontecer a partir de novembro, quando será inaugurado o espaço físico do Centro. Durante quatro anos, período de instalação total do sistema de alerta, serão investidos R$ 250 milhões.

Participam do programa, ao vivo, as rádios: Guaíba (Porto Alegre/RS); CBN (Recife/PE); UFMG Educativa 104,5 FM (Belo Horizonte/MG); Nacional do RJ AM (Rio de Janeiro/RJ); Excelsior (Salvador/BA); Udesc FM (Florianópolis/SC); Bandnews FM (Brasília/DF); Boas Novas 1270 AM (Belém/PA); Estadão Espn (São Paulo/SP); Redesim Sat (Vitória/ES); Difusora Acreana (Rio Branco/AC); Pioneira (Teresina/PI); Liberdade 930 AM (Aracaju/SE); BandVale FM (São José dos Campos/SP); e Globo (Curitiba/PR).

O Programa é transmitido ao vivo pela NBR TV e pode ser acompanhado por meio do link no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República. Para as rádios, o sinal de transmissão é disponibilizado pelo mesmo canal da "Voz do Brasil". Após o programa, o áudio da entrevista estará disponível no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República.

Mais Informações

Secretaria de Imprensa (61) 3411.1370
Ouça a íntegra do programa Bom Dia Ministro com Aloízio Mercadante.